fbpx
 

O sistema educacional nos Estados Unidos

Os benefícios da educação nos EUA e como o EB-5 pode ajudar seus filhos a participar dessa experiência única

Agosto é mês de volta às aulas nos Estados Unidos. Fazemos constante pesquisa entre nossos clientes, e a razão número 1 pela qual uma família decide mudar-se para os Estados Unidos com o visto EB-5 é para o benefício futuro dos filhos.

Dentro desse conceito, normalmente estão incluídos 2 elementos: a melhor educação para os filhos, e a possibilidade de uma carreira profissional em um mercado estável e em expansão.

Muito embora o primeiro benefício possa ser obtido por outros vistos, somente o EB-5 assegura para os filhos de um residente permanente a carreira futura, que é garantida em função da possibilidade do green card permanente.

Então, para o mês de Setembro, resolvemos fazer uma edição especial comemorativa de volta às aulas, e preparamos um material com informações de pessoas que resolveram obter o green card permanente visando principalmente a garantia de uma carreira para seus filhos.

  1. Qual costuma ser o principal motivo que gera a busca de um visto EB-5?

“A maioria das pessoas que nos procura para requerer um visto EB-5 tem filhos e os vê como benefíciários principais dessa mudança. Também existem os casos de pessoas solteiras ou recém casadas, mas que querem já constituir uma família em um novo país. Por fim, temos alguns casos onde um membro da família resolve doar a soma para que o filho, neto ou sobrinho para que sua família possa imigrar e constituir uma nova vida em um país mais seguro e com economia mais estável”, diz Ilka Komatsu, da LCR Partners.

“A minha mãe está doando o valor do investimento para o meu sobrinho, pois ela quer que ele, a esposa e o filho tenham um futuro melhor nos Estados Unidos.”

– Laís Freire, advogada dando entrada no EB-5 para o sobrinho

“Eu busco um ambiente com maior segurança, com maior estrutura, tanto infraestrutura das cidades como estrutura educacional e saúde, para meus filhos se desenvolverem.”

– Gustavo Lorenci, advogado e engenheiro dando entrada no EB-5 para si e esposa

  1. Além da boa educação dentro da escola, que outros fatores relacionados aos filhos fazem mães optarem pela vida nos Estados Unidos?

A educação é mais do que apenas o que uma criança aprende na escola. A coisa que mais me doía no Brasil é saber que os valores que eu passo dentro de casa não são o que meus filhos iam ver na rua.”, diz Juliana Renner Ely, que optou por mudar-se para os Estados Unidos no 1o semestre de 2015.

Não que nos Estados Unidos não existam problemas, mas eles são exceção”, complementa.

Também queria poder dar algo que está há muito perdido no Brasil: a possibilidade de uma criança ir de bicicleta para a escola, por exemplo, uma vida que não existe há mais de 50 anos no Brasil, nem mesmo nas cidades do interior” ela diz, por fim.

  1.  Além dos casos de pais que migram com os filhos, é possível um membro da família, que não pretende imigrar, proporcionar um visto EB-5 para seus filhos ou netos?

Existem também os casos onde o EB-5 é proporcionado por um membro da família que às vezes não se beneficia diretamente. São avôs, avós e tios que querem que seus entes queridos possam ter um futuro melhor. Em alguns casos, o chefe da família não pode afastar-se, pois é profissional reconhecido em seu mercado, e tem que continuar atuando. Às vezes não tem interesse tocar um novo negócio nos Estados Unidos e eu não tem a experiência necessária.

  1. Ao imigrar para os Estados Unidos, qual é a melhor forma de escolher uma escola, faculdade? Como escolher onde morar?

Se seus filhos ainda estão na escola primária, talvez a melhor opção seja uma boa escola pública.

A maioria das escolas públicas funciona com o sistema de “vaga garantida” e “escola mandatória”. Isto é, todas as crianças que moram em um bairro específico onde fica determinada escola pública tem a escola pública do bairro como mandatória. Isso significa que, caso queiram estudar na escola pública, serão direcionados para a escola do bairro. Além disso, o estado garante uma vaga para todas as crianças que morarem na área de atendimento daquela escola.

Sendo assim, antes de escolher onde morar é melhor escolher uma boa escola, descobrir a zona de atendimento da mesma, e comprar ou alugar um imóvel naquela zona.

Uma excelente ferramenta para descobrir um bom lugar para morar que também tenha excelentes escolas é através do site www.zillow.com.

Este site permite pesquisar as melhores escolas de cada estado (essas recebem a nota 10/10), e verificar qual a zona que atendem. Com a zona/cidade definida, fica mais fácil escolher uma casa para alugar ou para comprar naquela área.

Para quem quer investir em imóveis nos Estados Unidos, como forma de proteger o dinheiro da oscilação do dólar, existe outra boa notícia: as residências estão voltando a se valorizar após a queda do mercado imobiliário. A maioria já recuperou boa parte de seu valor, e imóveis perto de boas escolas são alguns dos que mais valorizam hoje nos Estados Unidos.

Então, além de garantir escola gratuita para os filhos, a compra de um imóvel em uma zona com boa escola também garante um excelente investimento.

Para quem pretende colocar os filhos em escola intermediária e high school, a regra é a mesma. A única diferença é que a zona de atendimento das middle schools e high schools é maior, e portanto a chance de uma nota alta é mais difícil (quanto maior a diversidade cultural da área de atendimento, mais difícil é que a escola consiga atingir um 8,9 ou 10). Uma nota 8 ou 9 já é considerada boa. Mas, para garantir a entrada em uma boa universidade, é importante investir em uma boa high school, e isso nem sempre é possível, pois existem áreas enormes dos Estados Unidos que não possuem nenhuma high school com nota maior que 7.

Por fim, para ingressar no sistema de ensino americano no nível universitário, é necessário ter excelentes resultados nos testes SAT.

Um brasileiro que não tenha estudado nos EUA terá mais dificuldade com o teste, em função da necessidade de fluência absoluta em inglês e da seletividade das escolas, que querem estudantes com escores altos ou altíssimos em todas as matérias.

Na hora de ingressar no mercado de trabalho americano, um diploma de uma universidade reconhecida nacional ou internacionalmente também é de grande valor para conseguir um bom emprego, portanto quem já fez uma faculdade nos Estados Unidos têm vantagens na hora de conseguir um trabalho.

No Comments

Sorry, the comment form is closed at this time.