fbpx
 

O que fazer quando não há Liquidez para o EB-5?

Quero fazer o EB-5, mas meus recursos ainda não estão líquidos. O que fazer?

Com a urgência de sair do país, muitos brasileiros estão interessados em obter o Visto EB-5, opção para quem tem U$ 500 mil a serem aportados num novo negócio nos Estados Unidos. Em troca, o Programa EB-5 oferece uma das soluções mais rápidas e seguras para obter o Green Card e, posteriormente, a cidadania americana.

Algumas pessoas, entretanto, possuem o dinheiro necessário em forma de imóveis e outros recursos não líquidos, o que é um impedimento para a rápida aplicação do EB-5, já que o governo americano exige que o depósito do aporte mínimo seja feito integralmente numa conta escrow nos EUA. Entenda mais sobre o passo a passo do aporte EB-5.

Separamos algumas dicas para pessoas que estão nesta situação e querem fazer o EB-5. Confira:

Uma das opções para quem precisa de liquidez para completar o valor do aporte mínimo do visto EB-5 é o Home Equity.

É possível entrar em contato com bancos que realizam empréstimos com imóveis como garantia. Obviamente, uma assessoria especializada é indicada para que todos os riscos de se fazer um empréstimo desta natureza sejam mitigados. Entretanto, é uma opção válida para empreendedores e empresários que querem o Green Card o mais rápido possível. Veja mais sobre empréstimos com imóvel em garantia.

Outra opção é o empréstimo convencional, sem o imóvel como garantia.

Para pessoas que possuem uma linha de crédito maior, é possível realizar um empréstimo convencional com o banco ou mesmo com outras pessoas para completar o valor mínimo de aporte.  Vale ressaltar que o objetivo do aporte EB-5 não é gerar lucro, e sim a obtenção do Green Card pelo aplicante e sua família direta. Veja mais sobre a bitributação com o Visto EB-5.

Também é possível fazer a aplicação do EB-5 por meio de doações de parentes e amigos

Há muitos casos de estudantes e jovens empresários que já viveram nos Estados Unidos e não puderam continuar no país por causa de limitações do tipo de visto que possuíam. Nestes casos, em especial, é comum que a família forneça o valor do aporte por meio de doações para o aplicante. O processo de solicitação do visto com aporte feito por doação não difere do convencional, com a exceção de que os documentos de Source of Funds devem ser do doador, e não do aplicante que recebeu o aporte.

Recomenda-se que enquanto a liquidez dos recursos está sendo providenciada, o aplicante converse bem com Centros Regionais e advogados de imigração, para alinhar a questão da documentação e do aporte a ser feito, agilizando assim o processo e diminuindo seus riscos.

Para saber mais sobre o processo do EB-5, entre em contato com a LCR, assessoria especializada no visto EB-5.

No Comments

Post A Comment