fbpx
 

Investimentos financeiros nos EUA: o que é uma boa oportunidade?

Com a crise no Brasil, investir no exterior passa a ser uma alternativa atraente para quem busca segurança para seus rendimentos.

No ano de 2016 tivemos um aumento expressivo de milionários brasileiros saindo do país e indo morar nos Estados Unidos.

Tivemos um aumento de 126% em aprovações de visto EB-5 por brasileiros no ano de 2016.

E isso não é de hoje!

A procura por aportes financeiros nos EUA cresce de 2014 para cá: com a diversificação geográfica, é possível reduzir os riscos do valor aplicado.

Mas quem pensa em fazer aportes financeiros nos Estados Unidos deve olhar com cautela.

Isso porque nem sempre os retornos valem à pena, graças à tributação. Veja onde se paga mais imposto nos EUA.

Mais importante de tudo, é preciso analisar com cuidado os objetivos do seu aporte e o retorno que você procura.

Se você tem a motivação de morar nos EUA e aproveitar as oportunidades do país, o ideal é procurar opções diferentes de pessoas que têm objetivos puramente financeiros com o aporte.

Conheça os tipos mais comuns de aportes financeiros nos EUA:

Fundos multimercados

Se você tem objetivos puramente financeiros, os fundos multimercados podem ser uma opção para diversificar seus investimentos.

Nesse tipo de fundos, o gestor dos seus investimentos vai alterando a composição de sua conta – entre ações, moedas, taxas de juros e renda fixa, por exemplo – de acordo com as condições de mercado.

Assim, ele consegue diminuir os riscos e evitar a tributação excessiva quando o mercado não estiver favorável para algum desses investimentos.

A vantagem desse tipo de investimento é que pode ser feita a partir do Brasil, utilizando uma instituição financeira local. Por isso, é bastante acessível para investidores estrangeiros.

Mercado de ações de empresas americanas

Também é possível investir no mercado de ações americano. Nesse caso, há duas formas de investir.

A primeira é negociar os BDRs (Brazilian Depositary Receipts), que são recibos de ações de empresas estrangeiras, usadas como porta de entrada para operar no mercado internacional.

Com as BDRs, é possível comprar e vender ações de empresas americanas.

O problema é que a compra direta dos títulos é restrita a “investidores institucionais”, como corretoras, fundos de investimento e instituições financeiras.

Ou a pessoas físicas com aplicações superiores a R$ 1 milhão. Apesar de alto potencial de retorno, esse investimento tem alto risco e pouca liquidez.

A segunda forma é aplicar via fundos BDRs, com investimento mínimo de R$ 25 mil. Nesse caso, não é necessário abrir uma conta de investimentos no exterior – que é uma parte bastante burocrática da operação. Por outro lado, não há autonomia sobre o investimento.

Compra de imóveis

Com a valorização constante de imóveis nos EUA, principalmente em regiões da Flórida – Miami, em particular – a compra de um imóvel no país se tornou um investimento especialmente atrativo para os brasileiros.

Mas se você está considerando o assunto, é bom avaliar com calma.

Como investimento financeiro nos EUA, a compra de um apartamento não é uma boa opção.

Primeiro, porque concentra demais os investimentos em um único lugar, o que raramente é bom quando se fala de finanças.

Segundo, porque a maioria das pessoas desconsidera a legislação local. Estrangeiros devem pagar 40% de imposto sobre a herança nos EUA – o que deixa o imóvel menos atrativos para seus filhos.

A questão tributária também pode ser bastante complicada. Sem contar os custos de manutenção do imóvel.

Agora, se a sua intenção é morar no país, comprar um imóvel pode ser uma boa ideia. Principalmente em estados como a Flórida, o mercado americano já está preparado para atender os gostos de brasileiros. Porém, esteja atento: esse tipo de investimento não garante o visto de residência.

O Visto EB-5

Se o seu objetivo é aportar no seu futuro ou de sua família nos EUA, principalmente em estudos e no mercado de trabalho local, o aporte via programa EB-5 é uma excelente opção.

Esse é o programa que concede o Green Card a pessoas que aportam em um negócio com geração de empregos nos EUA.

Com isso, ganha o país, que fomenta o mercado local, e o aplicante, que tem a chance de se estabilizar legalmente em um país com uma economia estável. Isso sem a responsabilidade de se envolver no negócio que recebeu o aporte.

Como aporte financeiro nos EUA, essa opção oferece riscos, mas também possibilidades de retornos. O valor aportado – hoje fixado em US$ 500 mil – deve ficar aplicado por um prazo mínimo de 5 anos.

Durante esse período o aplicante e família podem morar no país e aportar nos próprios estudos e carreira. Uma excelente opção se você tem foco no longo prazo.

Caso você tenha interesse em Conhecer mais sobre o visto EB-5, agende uma reunião com o nosso time Brasil.

Estamos preparados para fornecer todas as informações sobre o processo de emissão do visto EB-5 para brasileiros.

Investimentos em Franquias nos Estados Unidos

Para quem tem interesse em investir e tocar um negócio nos Estados Unidos, abrir uma franquia pode ser uma opção.

Além de você investir em uma marca que já é conhecida, você consegue ter toda a assessoria que precisa para conseguir tocar o seu negócio, sem passar por processos inciais de uma empresa que está começando.

Segundo a ABF (associação brasileira de Franchising) os EUA concentram a maior número de franquias brasileiras e a Florida acaba sendo a porta de entrada dessas empresas, já que conta com mais de 250 mil brasileiros no estado, segundo a estimativa do ministério das relações exteriores.

Para quem tem interesse em investir e trabalhar no próprio negócio, essa é uma possibilidade de investimento recomendada.

O franqueado deverá trabalhar na empresa e pagar para o franqueador os royalties pelo uso da marca, taxas por consultoria, treinamento do time e uma porcentagem do faturamento da unidade franqueada.

Nós temos um case de sucesso de uma franquia italiana que cresceu muito rápido nos Estados Unidos, sendo uma opção de investimento para interessados.

Eles são parceiros nossos e estavam no nosso Road Show, que aconteceu em Março de 2017, falando sobre investimentos em Franquias nos Estados Unidos, para quem tem interesse em investir num negócio próprio, sendo esse um negócio gerenciado pelo próprio dono – o que difere um pouco das propostas de projeto do visto para investir EB-5, no qual o investidor não trabalha na empresa que receberá o investimento.

Importante alertarmos que seja qual for o investimento, é sempre recomendado o investidor contratar uma assessoria competente que possa auxiliá-lo no processo migratório.

Os profissionais conseguirão indicar quais são os investimentos mais adequados de acordo com o perfil do investidor.

Quer saber mais sobre vistos de investidor e atualizações sobre o Visto EB-5? Cadastre-se na nossa newsletter.

No Comments

Post A Comment

EB-5 Program Update:

The EB-5 Program has lapsed. The US Congress is discussing the legislation that authorizes the program while USCIS reviews the regulations and policies for filing. Because of the recent court ruling that reversed the 2019 Modernization regulations, the investment level has shifted temporarily from $900,000 back to $500,000.

If the program is reauthorized before the regulations are updated, there may be another window of opportunity to file at $500,000.

LCR expects the program to be reauthorized in December, and continues to work with international families that want to explore alternative residency options.

Read More

Contact Us