fbpx
 

Imigração nos EUA: Um passo mais perto de cura do câncer?

Um artigo recente da Forbes compartilhou alguns fatos não muito conhecidos sobre imigrantes altamente qualificados nos Estados Unidos. O artigo apresenta uma importante estatística encontrada através de um estudo de 2013: 42% dos principais pesquisadores de câncer dos Estados Unidos são imigrantes. O estudo analisou biografias de 7 instalações de pesquisa de ponta nos EUA (definem os “top” pelo montante de financiamento que recebem do Instituto Nacional do Câncer) para chegar à sua conclusão. O artigo da Forbes afirma que

“cientistas imigrantes têm desempenhado um papel importante na melhoria das taxas de sobrevivência de câncer experimentadas pelos americanos.”

Com base nos dados, o número de residentes permanentes legais nos EUA e a taxa de sobrevivência de câncer dos últimos 5 anos tem uma forte correlação positiva. Em outras palavras, como o número de imigrantes legais nos EUA aumentou, a percentagem de pessoas vivas 5 anos após serem diagnosticadas com câncer também aumentou. Correlação não indica causalidade, mas mostra a força desta relação. É possível que essa relação possa ser ainda mais forte se fossem comparadas a relação entre as taxas de sobrevivência de câncer e imigrantes que vêm para os EUA especificamente em matéria de vistos H1-B (no entanto, há uma falta de dados históricos disponíveis para isso).

imigração nos eua

Já que o programa EB-5 não exige que os aplicantes tenham uma habilidade específica, por que isso é relevante para um aplicante?

Embora existam 10.000 vistos disponíveis a cada ano através do programa EB-5, cerca de 65% desse total é tomado por membros da família dos aplicantes, de acordo com o Centro de Política bipartidária. Muitos aplicantes EB-5 estão indo para os Estados Unidos a fim de proporcionar melhores oportunidades para não só para si, mas também para seus filhos. A medida que a geração baby boomer envelhece, a expectativa de vida global aumenta e o Affordable Care Act (ACA) terá um número maior de pessoas que necessitam de cuidados médicos, o que vai gerar uma demanda crescente de jovens a seguir carreiras médicas.

Esta necessidade não só apresenta oportunidades de imigrantes EB-5 ou de seus filhos que desejam seguir uma carreira nesta área, mas também funciona favoravelmente a demonstrar os benefícios que imigrantes fornecem para os EUA. Neste momento em que os imigrantes enfrentam incertezas por causa de reformas iminentes do programa, é confortante saber que há uma enorme demanda por pessoas que procuram carreiras médicas e dados que mostram as contribuições dos imigrantes para os EUA pode ter impactos positivos sobre a futura legislação.

Para saber mais sobre LCR e projetos da LCR, entre em contato com um dos membros de nossa equipe em qualquer um de nossos vários escritórios ao redor do mundo.

No Comments

Sorry, the comment form is closed at this time.