Diferenças entre os vistos EB-5 e H1-B

Porque o visto EB-5 é melhor que o H1-B para quem quer imigrar para os Estados Unidos?

Muitos brasileiros, ao se depararem com uma oportunidade ou necessidade de se mudar para os EUA, cogitam uma série de vistos, que melhor lhes serviria. Se você se qualifica financeiramente para o visto EB-5, cujo aporte mínimo de U$500 mil está com possibilidade de aumento, confira abaixo as diferenças entre os vistos EB-5 e H1-B e veja qual é o melhor para você:

O H1-B é um visto de não imigrante, também chamado de Dual Intention, que permite às empresas norte-americanas a contratação de trabalhadores estrangeiros para ocupações especializadas. Enquanto isso, o EB-5 é um visto de imigrante, que oferece ao aplicante o green card condicional em dois anos; e o green card permanente em outros dois anos.

O visto H1-B é inicialmente concedido por um período inicial de três anos e pode ser prorrogado até um máximo de seis anos, desde que a empresa comprove a necessidade de manutenção daquele trabalhador. Ao fim deste período espera-se que o trabalhador retorne ao seu país de origem, embora muitos entrem com um pedido de green card – daí a categorização de dual intention. Por causa das extensões anuais, o H1-BR tem taxas e despesas de renovações, as quais não são requeridas sob o visto EB-5, que tem característica de visto permanente.

Um fator muito relevante é o fato de indivíduos não serem capazes de aplicar para um visto H1-B. Este processo, desde o início, deve ser realizado pelo empregador, desde que o mesmo tenha o Fein Number (equivalente ao CNPJ) da empresa junto ao IRS e esteja legalmente constituída nos EUA, cumprindo uma rígida série de critérios para avaliar se é necessário ou não a entrada ou permanência de um trabalhador estrangeiro nos EUA.

Com o visto EB-5 o aplicante não depende do patrocínio de nenhuma empresa para ter o green card, e pode inclusive trabalhar em um ramo diferente do negócio que recebeu seu aporte. Além disso, a aplicação para o EB-5 não tem requisitos como conhecimentos do idioma inglês ou experiência profissional na área da empresa que deseja trabalhar.

O beneficiário de vistos H1-B pode trazer o seu cônjuge e filhos menores de 21 anos de idade para os EUA na categoria H-4 (como dependentes), assim como no EB-5. Dessa forma, estes dependentes podem permanecer nos EUA, desde que o titular do H1-B permaneça em situação legal. Porém, e aí temos uma das maiores desvantagens deste visto: os dependentes não podem trabalhar legalmente nos EUA; enquanto com o visto EB-5 os dependentes podem continuar a residir e trabalhar permanentemente dentro dos Estados Unidos, após a formatura (no caso de estudantes), sem restrições.

Confira alguns critérios para elegibilidade do H1-B:

  • Bacharelado ou equivalente é o requisito mínimo para o H1-B
  • A natureza das funções do cargo são tão específicas e complexas que o conhecimento necessário para o exercício das funções é geralmente associado com um bacharel na área em si e experiência prévia de trabalho naquele setor, a ser comprovado, evidentemente, pelo candidato a vaga.
  • Possuir uma irrestrita licença, registro ou certificação que o autoriza a praticar plenamente a ocupação específica conforme a vaga em aberto;
  • Ter educação, treinamento ou experiência na especialidade da vaga em aberto e ter o reconhecimento comprovado da experiência de trabalho prévio nesta ocupação no país de origem.
  • A função a ser desempenhada pelo empregado há de ser condizente com a experiência curricular-acadêmica do solicitante.

Confira as diferenças entre o visto L1 e o visto EB-5 e também as diferenças entre os visto E2 e o visto EB-5!

Quer saber mais sobre o visto EB-5? Entre em contato com a LCR Capital!

No Comments

Post A Comment