fbpx
 

Quais as diferenças entre os vistos americanos mais buscados?

Quem está pensando em se mudar para os EUA tem uma ampla gama de vistos americanos para avaliar antes de tomar a decisão de qual escolher.

É importante entender cada um para não ter surpresas desagradáveis no futuro, como por exemplo, os filhos precisarem sair dos EUA quando completarem 21 anos de idade.

Entre os inúmeros vistos disponíveis (veja as diferenças entre os vistos aqui), os três mais procurados são: o EB-5, o L1 e o visto E2.

O visto E2 só pode ser obtido por cidadãos de países que possuem Tratado de Comércio com os Estados Unidos, que não é o caso do Brasil.

Porém ainda é um visto muito buscado por brasileiros que possuem dupla cidadania, principalmente a espanhola ou italiana, por exemplo, países esses que fazem parte do tratado.

Não existe um  montante mínimo de aporte fixado para obter o visto de investidor E2, há apenas a exigência de um valor que seja considerado “substancial”, ou seja, suficiente para se abrir novo negócio ou comprar um negócio já existente. O interessado ficará atado ao negócio, sendo responsável pelo gerenciamento do mesmo.

O visto E2 deve ser renovado periodicamente e não se torna um “Green Card”.

Isto significa que,  se o aplicante decide se aposentar ou vender o aporte, ele terá que deixar os EUA.  A família não terá residência permanente e os filhos terão que deixar o país assim que completarem 21 anos de idade.

O visto L1 é um visto de não-imigrante (visto temporário),para transferência de executivos intra-companhia que sejam qualificados para “cuidar” dos negócios da empresa nos EUA.

Tem que haver a necessidade da transferência para que haja a permissão de trabalho temporário.

A família direta do portador do visto L1 recebe o visto L2, podendo o cônjuge trabalhar em qualquer empresa sediada nos EUA. Os filhos podem apenas estudar.

Até o ano de 2009, a obtenção do visto L1 era relativamente fácil, pois os planos de negócio não eram revisados e não se levava em conta a performance das empresas. Com o aumento no número de fraudes para obter o visto, o USCIS passou a ser mais rigorosa com os pedidos.

A dificuldade com o visto L1 está na renovação. A empresa precisa provar que continua com uma boa performance em seu país de origem, assim como a necessidade de sua existência e da permanência do executivo nos EUA.

O visto EB-5 é a forma mais rápida e segura de se conseguir a residência permanente nos EUA

O valor mínimo do aporte é, no momento, de 500 mil dólares (esse valor aumentará em breve, entenda). O aplicante deve aportar em um negócio que seja capaz de gerar e manter 10 empregos em tempo integral para norte-americanos ou imigrantes autorizados a trabalhar no país por 2 anos.

Uma das principais vantagens do visto EB-5 é que ele se estende à família direta do aplicante (cônjuge e filhos menores de 21 anos).

Depois da comprovação dos empregos gerados e mantidos por dois anos, o aplicante e sua família podem solicitar um green card permanente. E depois de cinco anos, podem solicitar cidadania.

Há duas formas de aplicar para o visto EB-5, a forma direta e a indireta (entenda a diferença entre aplicar para o EB-5 de forma direta ou através de um aporte sólido).

Na forma indireta, o aplicante faz todo o processo através de Centros Regionais, que ficará responsável pelo negócio e pela geração dos 10 empregos, deixando o aplicante livre para morar e trabalhar em qualquer lugar dos EUA.

Quer saber mais sobre o EB-5? Entre em contato com a LCR Capital.

No Comments

Post A Comment