Como é o comportamento do aplicante EB-5 brasileiro?

O brasileiro, nativo de uma economia historicamente cheia de altos e baixos, com a inflação sempre pairando assombrosamente sobre si, adquiriu uma habilidade excepcional para lidar com a quantificação de riscos e navegar com tranquilidade em mares turbulentos. O EB-5, portanto, não representa um desafio excepcional para aplicantes brasileiros bem-sucedidos.

Com sua natureza otimista e dinâmica, os brasileiros, ao contrário de aplicantes chineses, por exemplo, aplicam para o EB-5 com conhecimento de causa, ou seja, participando ativamente nas tomadas de decisões e não confiando cegamente em seus consultores, agentes e advogados de imigração. Naturalmente, querem conhecer exatamente quais são os riscos do projeto em que estão aportando e ter um plano de saída credível.

A LCR apresenta aos aplicantes interessados em aportar no visto EB-5, através de um Centro Regional, um plano de negócio claro e sólido, dando todo o apoio e atenção que exige o aplicante brasileiro.

Para facilitar o processo de imigração, o aplicante EB-5 brasileiro precisa escolher com cuidado seu advogado de imigração, tendo sempre em mente que o Programa EB-5 é muito específico e ter alguém com experiência no processo de solicitação do EB-5 e com conhecimentos mais profundos sobre como funciona o programa é essencial. Outra decisão fundamental para o sucesso da aplicação é a escolha do projeto, ou seja, do Centro Regional no qual se vai aportar. Para conseguir o Green Card Permanente no final do processo é necessário que todos os requisitos do Programa EB-5 sejam cumpridos, incluindo a criação de empregos e o valor mínimo a ser aportado.

Durante a preparação da documentação e petição, o chamado período pré-imigratório, é também altamente aconselhável aos aplicantes brasileiros buscarem orientação de um advogado tributário internacional experiente que minimize ao máximo os encargos tributários aplicáveis ao aplicante, para que em um segundo momento não haja nenhuma surpresa desagradável que poderia ter sido evitada legalmente.

Para saber mais sobre o projeto da LCR (que possui um Centro Regional próprio – o LORC), entre em contato com os nossos consultores no Brasil ou nos Estados Unidos e tire suas dúvidas sobre o Programa EB-5!

No Comments

Post A Comment