fbpx
 

5 Fatos sobre a Criminalidade nos Estados Unidos

Criminalidade nos Estados Unidos caiu consideravelmente nos últimos 25 anos

Se você está pensando em sair do Brasil por conta da criminalidade, deve estar procurando um lugar em que o índice de violência esteja diminuindo ou que seja mais baixo, certo?

E se eu te contar que os EUA pode ser o lugar ideal para você?

Além da criminalidade ter caído bastante nas últimas décadas, o atual presidente do país, Donald Trump, teve a luta contra a criminalidade e violência norte-americana como um dos discursos principais de sua campanha presidencial.

Separamos 5 fatos sobre esse assunto que podem facilitar na hora de tomar a decisão!

1.  O número de crimes nos Estados Unidos diminuiu bruscamente nos últimos 25 anos

As duas fontes mais citadas de estatísticas de crime nos EUA mostraram uma queda substancial na taxa de crime violento desde os anos 1990. O primeiro é o relatório anual do FBI de crimes sérios reportados à polícia em aproximadamente 18 mil jurisdições ao redor do país.

O outro é a pesquisa anual com mais de 90.000 famílias realizada pelo Bureau of Justice Statistics – BJS – que conversou com americanos maiores de 12 anos vítimas de algum crime, independentemente de terem denunciado ou não à polícia.

De acordo com os números do FBI, a taxa de criminalidade caiu 48% entre 1993 e 2016. Enquanto segundo o BJS, a taxa caiu 74% neste período. Para os dois estudos, 2016 foi o ano mais recente de dados.

É importante ressaltar que para o FBI, houve um aumento de 7% em crimes violentos entre 2014 e 2016, incluindo 20% de aumento na taxa de assassinatos – de 4,4 para 5,3 homicídios por 100.000 habitantes. O BJS não apresentou nenhum aumento nos índices de criminalidade, porém não foi levado em conta os homicídios.

2. Crimes de propriedade diminuíram significativamente ao longo do tempo.

Como a taxa de crimes violentos, os crimes imobiliários nos EUA tem um índice hoje muito distante de seu nível máximo. Dados do FBI mostram que a taxa caiu 48% entre 1993 e 2016, enquanto o BJS reporta um decréscimo de 66% durante o mesmo período.

Crimes de propriedade incluem invasão, roubo, furto e roubo de automóveis, o que é normalmente mais comum que crimes violentos. Não existe um aumento documentado em crimes de propriedade entre 2014 e 2016.

Saiba como conseguir o Green Card com o EB-5!

3. Percepções públicos sobre o crime nos EUA frequentemente não são alinhadas com os dados.

As pesquisas de opinião normalmente mostram que os americanos acreditam que o crime nacional está aumentando, mesmo com os dados mostrando o oposto.

Em 17 pesquisas do Gallup conduzidas desde 1993, pelo menos 6 em 10 americanos disseram que o crime foi maior comparado com o ano anterior, apesar da tendência desse número diminuir no país.

As pesquisas do Pew Research Center encontraram um padrão similar.

Em uma pesquisa no final de 2016, 57% dos eleitores registrados disseram que o crime nos EUA piorou desde 2008, mesmo que o BJS e o FBI mostrem taxas de criminalidade violenta e de propriedade caindo por percentuais de dois dígitos durante o mesmo período.

Os americanos costumam dizer que o crime aumentou quando perguntado sobre o nível local. Em 20 pesquisas que o Gallup realizou desde 1996, cerca de metade dos americanos ou menos, disseram que o crime em sua área aumentou em relação ao ano anterior.

4. Existem grandes variações geográficas na taxa de criminalidade.

Os dados do FBI mostram uma grande diferença de estado para estado e cidade para cidade. Em 2016, foram mais de 600 crimes por 100.000 habitantes no Alasca, Nevada, Novo México e Tennessee. Por contraste, Maine, New Hampshire e Vermont tiveram taxas abaixo de 200 crimes por 100.000 habitantes.

E enquanto Chicago chamou a atenção para o aumento do total de assassinatos nos últimos anos, a taxa de homicídio em 2016 – 28 por 100.000 habitantes – foi inferior a metade da taxa em St. Louis – foram 60 por 100.000 – e muito mais baixa que a taxa de Baltimore, 51.

O FBI observa que existem alguns fatores que podem influenciar na taxa de criminalidade de uma determinada área, incluindo sua densidade populacional e condições econômicas.

5. A maioria dos crimes não são denunciados à polícia e muitos dos reportados não são resolvidos.

Em sua pesquisa anual, BJS perguntou para vítimas de crimes se eles denunciaram para a polícia. Em 2016, apenas 42% dos crimes violentos monitorados pela BJS foram reportados. E na maior categoria de crimes de propriedade, apenas um terço (36%) foi denunciado.

Existe uma variedade de razões para os crimes não serem reportados, incluindo o sentimento que a polícia “não pode fazer nada para ajudar” ou até mesmo que o crime é “um assunto pessoal e tão trivial para ser reportado”, de acordo com a BJS.

Além disso, boa parte dos crimes que são denunciados para a polícia não são resolvidos, pelo menos usando a medida do FBI conhecida como taxa de depuração. Isso é o que se compartilha de casos que todo ano são fechados, ou “limpos”, através de apreensão, multas e acusação.

Em 2016, a polícia nacional resolveu 46% dos crimes que foram reportados. Em crimes de propriedade, a taxa de resolução nacional foi de 18%.

Caso você esteja interessado em saber mais sobre os benefícios que o visto EB-5 oferece para brasileiros, entre em contato com a LCR.

No Comments

Post A Comment